Pedro Neves

Maçonaria - Esoterismo - Simbolismo

Textos

MAÇONARIA - 111 - NATIVIDADE E SOLSTÍCIO
MAÇONARIA
111

NATIVIDADE E SOLSTÍCIO

A história nos mostra que a maioria dos Grandes Iniciados, os Avatares da humanidade nasceram em 25 de dezembro ou por volta desta data.
Os nascimentos eram sempre precedidos de avisos através de emissários ou mesmo através de visões, e uma grande estrela anunciava a sua vinda e magos os visitaram levando presentes e prestando homenagens.
Na China, os Jesuítas relataram que a religião daquela terra, que eles consideravam como pagã, mencionava que Lao-Tse, nascera de uma virgem em 3.498 a.C.
No Egito, milhares de anos antes do surgimento da religião Cristã ou mesmo dos autores da Bíblia, já se relatava o nascimento de mensageiros de Deus, através de virgens, Hórus foi um deles. O Deus Rá, também nasceu de uma virgem.
Na Índia afirma-se que Chrishna nasceu de uma virgem chamada Devakique, que fora escolhida para se tornar a mãe de Deus.
Consta que Buda foi gerado por uma virgem chamada Maya ou Maria, que havia sido fecundada pelo Espírito Santo, que na China é chamado de Sifing-Shin.
Na Pérsia, Zoroastro é tido como nascido de uma virgem. O próprio Rei Ciro é considerado como nascido de origem divina, ele é chamado de Cristo ou Filho Ungido de Deus.
Na Grécia, Platão que nasceu em Atenas em 429 a.C, é tido como Divino Filho de Deus nascido de uma virgem pura chamada Perictione, e que seu pai de nome Aris, havia sido avisado em um sonho para manter pura e sagrada a pessoa de sua esposa, para a concepção por meios divinos.
Pitágoras, nascido em 570 a.C, segundo os escritos sagrados, que mencionam o seu nascimento através do Espírito Santo, e seu pai também foi informado em uma visão.
Apolônio, contemporâneo de Jesus, segundo relatos da época, era nascido de mãe virgem, que fora informada em sonho, que daria à luz a um grande mensageiro de Deus.
Esculápio, nascido em Epidauro, e os micenianos foram informados no Oráculo de Delfos que um Deus invisível era seu pai, e que Coronis era sua mãe terrena, que lhe concebera em um estábulo de cabras. Ele foi honrado como um Deus, na Fenícia, Egito, Grécia e Roma.
Os siameses, contam que Codom, o Salvador havia nascido de uma virgem que fora informada de sua concepção com antecedência.
No sul da península do Industão, no Cabo Comorim, os primeiros europeus presenciaram o culto a um Senhor e salvador que havia nascido de uma virgem.
No México, Quetzalcoatl considerado como Salvador e Redentor do mundo é considerado como nascido de uma virgem imaculada, que fora avisada por um mensageiro do céu.    
Zama, para os Maias era considerado como o “único filho do Deus Supremo”.
Em várias partes do mundo, os relatos são similares, basta que se estude as origens de: Confúcio, 551 a.C, Mitra, o Salvador Persa, Sócrates, Báculo e Adônis, Rômulo e muitos outros.
A primitiva Igreja Cristã afirmava que Jesus, o Cristo havia nascido de uma virgem de nome Maria, em 20 de maio ou mesmo em 19 ou 20 de abril, e que ela recebera a anunciação do nascimento através de um anjo.  Somente no quinto século depois do nascimento de Jesus, a Igreja cristã convocou um de seus muitos concílios e decidiu pela escolha da data de 25 de dezembro, é o relato da história.
Quanto ao ano, existe muita controvérsia, devido à existência de vários calendários diferentes. Na própria Bíblia, no livro de Mateus – Cap. 2 v. 1, informa-se que Jesus nasceu no tempo de rei Herodes, mas o livro de Lucas – Cap. 2, VS 1 e 2, existem a informação sobre o decreto de César Augusto para alistamento e que Cirênio governava na Síria. Herodes governou até 4 a.C e Cirênio 4 a.C a 1 a.C e depois em 6 A.D.
Jesus não foi o primeiro e único, mas o último e maior de todos os mensageiros de Deus concebidos desta forma e nascidos na terra.
Os mestres e místicos de todas as eras e, bem poucos até a presente data, sabem que a palavra falada, composta de um som vocálico adequadamente pronunciado pelo homem tem o poder de perturbar o estado da matéria, de fazê-la vibrar ou modificar sua natureza elementar ou sua composição química. A maçonaria perdeu o uso desta benéfica prática.
Aqueles do Ocidente, que ainda estão dominados por uma compreensão limitativa do pensamento materialista, e não alcançaram o desenvolvimento espiritual necessário, não entendem o que seja a Divina Concepção, e não estão preparados para entenderem a real história e onde ela ocorreu (manjedoura, estábulo ou uma gruta Essênia), a divina concepção é aceita como algo natural para os Orientais.
A data em torno de 21, 22, 23, 24 ou 25 de dezembro de cada ano, é de uma Lei Espiritual ou Cósmica para o nascimento dos Grandes Avatares. É a época do nascimento do Deus Sol, o Parto da Rainha Celestial ou a Virgem Celestial da Esfera.
Em Roma, a.C, era celebrado um festival a 25 de dezembro, o Natalis Solis Invict (aniversário do Sol, o Invicto).
O Solstício de Inverno no hemisfério Sul, é comemorado em 21 de junho e o solstício de Verão em 21 de dezembro.
Os solstícios são chamados de portas solsticiais, ou “Porta dos Homens e “Porta dos Deuses”.
Simbolicamente os Solstícios ocorrem ao meio-dia e à meia-noite.  
Em maçonaria os trabalhos iniciam-se ao meio-dia e terminam à meia-noite, inicia-se na porta dos homens (aperfeiçoamento moral), e termina na porta dos Deuses (aperfeiçoamento espiritual).
O Sol visível está no meridiano ao meio-dia, hora em que começam os trabalhos maçônicos, o Sol espiritual está no meridiano à meia-noite, quando se encerram os trabalhos do aperfeiçoamento.
Antigamente, os iniciados nos Grandes Mistérios contemplavam o Sol da meia-noite, a cor negra é o símbolo do não manifestado.
A maçonaria especulativa comemora duas festas Solsticiais anuais, O Solstício de Inverno dedicado a João Batista em 24 de junho e o Solstício de Verão dedicado a João Evangelista 24 de dezembro.
Como foi esclarecido, o conhecimento místico e esotérico é milenar, mas, até hoje, existem mestres e veneráveis que acreditam que todo o conhecimento maçônico se encontra apenas dentro dos rituais, quanto engano, quanta falta de conhecimento, que tristeza!    
Então, temos muitos cegos guiando outros cegos. Aqueles que atingiram apenas o grau de Mestre Instalado e não procuram se aperfeiçoar em outros graus e com outras literaturas filosóficas, desconhecem até mesmo o simbolismo da corda de 81 nós, a sua cor, as justificativas dos porquês dos 81 nós, ou o motivo do Templo simbólico ser da cor azul, ou seja, só conhecem o que é explicado nos rituais do simbolismo, são na realidade aprendizes melhorados, não têm a visão completa dos ensinamentos místicos e esotéricos. Desconhecem como fazer um planejamento pedagógico para uma instituição iniciática.
Então, é Natal!



PEDRO NEVES .’.
M.’. I.’. 33.’. MRA.’.
PRECEPTOR DA SUPREMA ORDEM CIVIL E MILITAR DOS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

Para aquisição do livro Análise do Ritual de Aprendiz Maçom – REAA, solicite através do site maçônico: www.pedroneves.recantodasletras.com.br e veja em livros à venda, ou pelo site do Mercado Livre: http://lista.mercadolivre.com.br/maconaria-analise-do-ritual-de

SITES:
www.pedroneves.recantodasletras.com.br
www.trabalhosmaconicos.blogspot.com
www.cavaleirostemplariosbhmg.blogspot.com

Veja na parte de “LINKS” de nosso site os mais completos endereços de fraternidades iniciáticas e religiosas mundiais, inclusive com setor de vídeos.

Para aquisição do Livro ANÁLISE DO RITUAL DE APRENDIZ MAÇOM –REAA, solicite através do site: www.pedroneves.recantodasletras.com.br
Clicando em livros à venda.
Pedro Neves
Enviado por Pedro Neves em 25/12/2011
Alterado em 24/11/2014

Música: NOITE FELIZ - REFLEX

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de Pedro Neves e o e-mail, neves.pedro@gmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras